A Disney Company é atualmente, uma das maiores empresas de entretenimento do mundo. Com o lançamento da Disney+ (o serviço de streaming da empresa), muitos anúncios inéditos foram feitos, sejam eles dentro da própria plataforma, ou durante grandes eventos como o último SuperBowl. Em um de seus anúncios mais recentes, uma reinvenção de uma das vilãs mais icônicas das animações e filmes foi proposta, Cruella De Vil de Os 101 Dálmatas. 

 

Os 101 Dálmatas

Para os que não conhecem o universo maravilhoso desta animação, confiram a sinopse:

“A estilista Anita e Roger, um escritor de jogos de computadores, se encontram, se apaixonam e se casam, juntamente com seus dálmatas Pongo e Perdita. Os filhotes dos cães são sequestrados pela chefe de Anita, Cruella De Vil, que está roubando filhotes de dálmatas para fazer o casaco pelo qual ela está apaixonada. Pongo e Perdita tentam encontrar e salvar todos os noventa e nove filhotes de seus terríveis captores.”

A animação foi lançada originalmente em 1996 e dirigida por Stephen Herek. Mas se engana quem pensa que toda a ideia se originou no filme, muito pelo contrário, até mesmo a animação se baseou no romance infantil lançado em 1956, escrito por Dodie Smith levando o mesmo nome.  

 

Cruella De Vil

De acordo com um artigo do site Omelete, “Cruella de Vil foi criada por Dodie Smith no livro The Hundred and One Dalmatians, adaptado pela Disney pela primeira vez na animação de 1961. A personagem, dublada originalmente por Betty Lou Gerson, apareceu novamente na continuação animada 101 Dálmatas II: A Aventura de Patch em Londres (2002), dublada por Susanne Blakeslee, e depois na pele de Close nas versões em live-action de 1996 e 2000.”

 

A direção do filme estará nas mãos de Craig Gillespie, que também dirigiu EU,TONYA. Já o roteiro é de Tony McNamara. Tudo indica que a história se passará nos anos 80, contando a história de origem da tão adorada vilã, e será interpretada pela premiada Emma Stone que em 2016, recebeu aclamação por parte da crítica pela sua interpretação como Mia Dolan, uma aspirante atriz, no musical La La Land, o qual lhe valeu prêmios como Oscar, BAFTA, Globo de Ouro, Screen Actors Guild e Coppa Volpi no Festival de Veneza, todos na categoria de Melhor Atriz. .

 

O elenco ainda contará com Paul Walter Hauser como Horace, Joel Fry como Jasper, Emma Thompson (que tem sua personagem ainda desconhecida).

 

Confira o trailer:

 

Algumas adaptações

A adaptação animada da Disney tornou-se o décimo filme de maior bilheteria de 1961, e um dos filmes mais populares do estúdio na década. Foi reeditado nos cinemas quatro vezes, em 1969, 1979, 1985 e 1991. A reedição de 1991 foi o vigésimo filme mais lucrativo do ano. Foi transformado em um filme live-action anos depois.

 

Nas adaptações de live-action e animadas, Missis foi renomeada como Perdita, e outros personagens, como Prince, Tommy, o gato de Cruella e o marido de Cruella foram omitidos. No filme de animação, os sobrenomes dos proprietários de Pongo e Missis foram alterados para “Radcliffe” de “Dearly”, e no filme live-action, Cruella (interpretada por Glenn Close) aparece como uma magnata mesquinha de uma casa de moda de alta costura, “House of DeVil”. A Disney manteve os personagens do livro Horace e Jasper Baddun, que apareceram nas duas versões como ladrões contratados por Cruella para roubar os filhotes de Pongo e Missis. (No romance, seus nomes são Saul e Jasper Badoon.) A Disney mais tarde criou uma série de televisão animada estrelando três dos filhotes (Lucky, Rolly e Cadpig) e um filme para cada versão (101 Dálmatas II e 102 Dálmatas).

 

O romance foi adaptado para o palco por Debbie Isitt para o Belgrade Theatre, Coventry em 2000 (seguido de produções no Royal & Derngate, Northampton em 2007 e Birmingham Repertory Theatre em 2017), por Bryony Lavery para o Chichester Youth Theatre em 2014 e foi desenvolvido pela empresa (dirigida por Sally Cookson) para os Tobacco Factory Theatres em 2014. O romance também foi adaptado para um musical de 2009 e será adaptado para um próximo musical em 2021.

 

O live-action de Cruella deve chegar aos cinemas em 27 de maio de 2021.

 

Rush Video – Ideias em Movimento.