2020 acaba de estrear e para os cinéfilos, amantes da sétima arte, como é o caso de toda a equipe de Rush Video, produtora de Campinas que há mais de vinte anos atua no seguimento audiovisual, o ano novo chega com um calendário de estreias imperdíveis. Para quem tem filhos, a temporada de férias, exige uma boa dose de criatividade para entreter a molecada. E dois títulos prometem fazer da ida ao cinema um passeio divertido. Trata-se da aventura Dolittle e um novo Jumanji. No primeiro, o astro Robert Downey Jr, mais conhecido por seu papel como o Homem de Ferro, agora dá vida ao cientista que consegue se comunicar com os animais. Dolittle é baseado na série de livros infantis de Hugh Lofting, que teve a sua primeira versão para o cinema em 1967, como um musical, retornando às telas em 1998, numa comédia estrelada por Eddie Murphy. Assim como na refilmagem de Jumanji, os efeitos especiais devem ser uma das grandes atrações. Também baseado num livro infantil, Jumanji ganhou uma adaptação em 1995, estrelada pelo saudoso Robin Williams (Sociedade dos Poetas Mortos e Uma Babá quase Perfeita) e uma continuação em 2017 protagonizada por Dwayne Johnson ( Baywatch: S.O.S Malibu ) e Jake Black (King Kong). Desta vez, para conquistar a audiência dos nativos digitais, o jogo de tabuleiro é substituído por vídeo game que transporta os jogadores para um universo cheio de perigos reais.
Para quem curte superproduções, Ameaça Profunda (Underwater) reúne ficção científica e
muito suspense. Kristen Stewart, a eterna Bella Swan da série Crepúsculo, é Nora, uma
pesquisadora que trabalha num laboratório subaquático a onze mil metros de profundidade.
Quando um terremoto causa a destruição do local, ela e seus colegas são obrigados a caminhar
nas profundezas marítimas, com quantidade insuficiente de oxigênio e uma criatura mortal no
seu encalço. O elenco traz ainda T.J. Miller ( Deadpool ) e Vincent Cassel (O Grande Circo
Místico).
O mês de janeiro também dá a largada a exibição das produções que devem estar presentes no
Globo de Ouro e Oscar 2020. Baseado em fatos reais, O Escândalo (Bombshel) é um drama que
reúne estrelas como Margot Robbie (indicada ao Oscar de melhor atriz por Eu, Tonya), Charlize
Theron (vendedora do Oscar por sua atuação em Monster – desejo Assassino) e Nicole Kidman
(também ganhadora do Oscar por seu desempenho como Virginia Woolf em As Horas)  para
contar a história da queda de Roger Ailes (John Lithgow da série The Crown), ex editor-chefe da
Fox News, após o estouro do caso de assédios sexuais.
Outro filme que merece atenção é Judy, sobre a carreira de Judy Garland, a Dorothy do Clássico
de 1938, O Mágico de OZ. Em baixa, a atriz, cantora e dançarina, que chegou a ser uma das
grandes estrelas da Metro Goldwyn Mayer, aceita estrelar uma turnê em Londres. Afastada da
família, ela enfrenta a solidão e os conhecidos problemas com álcool e remédios, compensando
o que deu errado em sua vida pessoal com uma extrema dedicação ao palco.
Já 1917 é um drama dirigido pelo ganhador do Oscar, Sam Mendes (Beleza Americana, 007
contra Spectre e 007 – Operação Skyfall), que contabiliza três indicações para o Globo do Ouro:
Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Trilha Sonora Original. Em um dos momentos críticos da
Primeira Guerra Mundial, dois soldados britânicos Schofield (George MacKay, de Capitão
Fantástico) e Blake (Dean-Charles Chapman, de Game of Thrones) recebem uma missão
aparentemente impossível. Em uma corrida contra o tempo, os soldados devem cruzar
território inimigo e entregar uma mensagem que cessará um ataque brutal. Enfim, são opções
para todos os gostos e a Rush, como provedora de conteúdo audiovisual, segue ligada nos
principais lançamentos da temporada.