A Rush Vídeo indica o livro: 1001 Filmes Para se Ver Antes de Morrer, com uma premissa muito interessante : 1001 filmes escolhidos a dedo por mais de 60 críticos especializados em cinema no mundo todo. O livro possui críticas detalhadas e além de contar tudo sobre o filme, as vezes até dando spoilers, ainda insere o leitor no contexto da época.
A Rush Vídeo está sempre ligada a tudo que envolve a evolução e a cultura do cinema, indica este livro como uma oportunidade para conhecer os grandes clássicos , grandes diretores e atores de um século de películas gravadas mundialmente.
Conheça os maiores trabalhos de D.W. Griffith, visionário diretor que inseriu todos os tipos de técnicas que hoje são a base de Hollywood ou o carismático Buster Keaton, um dos primeiros atores que prezava muito as sequencias corporais impressionantes, sendo uma espécie de dublê pioneiro que influenciou muitos atores atuais, incluindo Jackie Chan.
Obviamente nem tudo são flores para esse tão ambicioso projeto, 1001 filmes é um desafio, é uma odisseia através do tempo, imagine um livro de 950 páginas sendo que mais de 400 delas são de filmes em preto e branco e cerca de 70 páginas apenas com filmes mudos que podem chegar a três horas de duração! Imagine também que ao começar a anotar os filmes que você já viu no checklist do livro, você descobre que viu menos de 100 filmes ali descritos. Não é apenas um desafio para uma vida, é um desafio de paciência e muuuuito interesse. Em um mundo de tanta correria e tão pouco tempo, parar para baixar e assistir o filme “A Roda”, filme francês, mudo, de 1923 com exatos 273 minutos de duração, é praticamente impossível.
De qualquer forma, vale a tentativa…1001 filmes é cultura pura, mesmo que você não pretenda ver todos os filmes nele apresentados, a leitura das críticas é super instrutiva para quem gosta sempre de agregar mais conhecimento, principalmente sobre cinema. E afinal de contas, ainda temos alguns anos pela frente…quem sabe não da pra ver todos.
E para dar a largada deixo um vídeo com o filme O Grande Roubo do Trem, o primeiro filme de faroeste que se tem notícia é de 1903.Vale a pena ver: