A Rush Video, produtora de vídeo em Campinas, interior de São Paulo, testemunhou ao longo de duas décadas de trabalho inúmeros saltos tecnológicos. Da evolução da internet, passando pela transição do sistema de vídeo analógico para o digital, que alterou a forma de captar e reproduzir imagens, até o surgimento dos Smart Phones e a explosão das Redes Sociais.
Novidades que foram, aos poucos, mudando para sempre a nossa forma de ver e registrar eventos e até de nos relacionar. Nesta trajetória, a imagem, seu principal capital, foi alcançando as massas, ganhando relevância e hoje está incorporada no nosso cotidiano. As cenas mais banais são registradas e compartilhadas. Mas o que ninguém imaginava, nem mesmo o mais criativo dos roteiristas de Hollywood, era que uma pandemia, de escala global, curvaria até mesmo as maiores economias do planeta e transformaria, como num passe de mágica, o cotidiano de todos. E neste sombrio mundo novo, a imagem segue ganhando relevância e se tornando ferramenta indispensável para que empresas, das pequenas até as gigantes, continuem a operar, ajudando também a encurtar distâncias e aproximar afetos separados pela ameaça da COVID-19.
Devido ao isolamento social, hoje as conversas online foram incorporadas ao nosso dia a dia e ajudam no contato com familiares e amigos e também no home office. De acordo com os operadores de aplicativos que possibilitam interação através de transmissão em vídeo, o uso destas tecnologias registrou um aumento de 70%, em média, desde o início da pandemia. A Microsoft, por exemplo, entre fevereiro e março, contabilizou um aumento de 220% nos minutos gastos com chamadas via Skype. No Whatsapp, as videochamadas cresceram 76% no mesmo período. A pesquisa, realizada pela empresa Kantar Ibope Media, também constatou que os acessos as redes Facebook e Instagram aumentaram 40%. E enquanto algumas empresas contabilizam perdas irreparáveis, o aplicativo de videoconferência Zoom Video Communications saltou de 10 milhões de usuários ativos em dezembro de 2019 para 200 milhões em abril de 2020, com isso as suas ações registram uma alta acima de 25%. Em relação aos aplicativos de mensagem de texto, a mesma pesquisa apontou que as pessoas andam desconfiadas por conta das fake News, colocando a TV, para 77% dos entrevistados, como o meio mais confiável para se obter informações sobre o novo coronavírus. A imagem, neste contexto, está valendo muito mais que as palavras e a Rush Video segue vivenciando e registrando, através do olhar apurado de seus profissionais, mais uma transformação. Por isso, seja qual for a sua demanda, a Rush tem a solução!
A Rush produz vídeos de treinamento, videoaulas, documentários, filmagem e transmissão de eventos, vídeos institucionais, materiais corporativos, webseries e material para plataformas de streeming, como o Youtube.
Rush Video, ideias em movimento!