Fala galera ligada nos artigos da Rushvideo, aqui é o Júlio Souza, designer gráfico, e hoje tentarei passar um pouco para vocês da experiência que tive ao participar da produção e pós produção desse vídeo institucional da Safetline.
Quando o Toni me disse que teríamos um desafio pela frente e que seria extremamente importante que eu participasse das gravações, quis saber um pouco mais do projeto. O Toni me explicou que a minha participação nas gravações agilizariam o meu trabalho de pós produção no vídeo institucional, e concordei plenamente com ele e começamos a trabalhar.
Após estudar bem o roteiro, cheguei na gravação com total convicção do que eu precisava em termos de fotografia o que é muito importante para agilidade da produção pois só teria cerca de 10 dias para finalizar esse projeto com o Toni.
Optamos por gravar a 60FPS para possivelmente fazermos alguma cena em “slow motion” que foi o caso na “cena do prego”. Quanto a fotografia, eu sabia que iria precisar de espaço no quadro para adicionar os GCs e outros elementos já pré-definidos, então tive que tomar muito cuidado com os enquadramentos, tanto para não fugir da estética, quanto por questão técnica.
A cena do prego deixou todo mundo um pouco apreensivo, pois o nosso ator teria que pisar pra valer em cima de pregos bem grandes pra mostrar a força e resistência da bota, mas no fim deu tudo certo, o calçado era realmente resistente. O ponto alto da gravação sem dúvida foi a cena da sola da bota, porque tivemos que montar um vidro sobre o garfo de uma empilhadeira, que possibilitou definirmos a altura exata em que o vidro ficaria, e posicionamos a câmera embaixo dele. O desafio nessa hora era que a iluminação ficasse perfeita e ainda pra complicar decidimos fazer um movimento de slide, mas como dizem, o risco traz a excelência. Na pós-produção deste vídeo institucional, usei recursos bem avançados de “track Motion” para que os elementos virtuais seguissem os reais, e nessa cena foi bem complicado sincronizar a sola vetorizada com a sola da bota real tive que fazer o track motion quadro-a-quadro. Mas o resultado foi extremamente bom.
Participar de um trabalho dessa magnitude e ainda mais com a experiência do Toni, me fez muito feliz e realizado. Espero que tenham curtido um pouco mais sobre esse mundo mágico, maravilhoso e as vezes bem cansativo do Audiovisual.
Júlio Souza – Rushvídeo – Ideias em Movimento.