Conforme prometido no artigo anterior (clique aqui para ver), onde falamos do início desse job desafiador, o vídeo institucional produzido para a BRPROCESS, falaremos neste artigo sobre o trabalho de criação das artes animações e vinhetas.
Nosso designer gráfico Júlio Souza, iniciou o processo dentro de uma linha mais arrojada e dinâmica, isso se fez necessário pois com o roteiro aprovado o vídeo final ficaria com 12 minutos de duração. Um tempo muito extenso para um vídeo institucional, sabemos disso, mas foi necessário por conta da quantidade de informações a serem passadas, assim as animações, inseridas na edição de vídeo, teriam que ser dinâmicas e bem objetivas, para não tornar o vídeo cansativo.
Dentro da identidade visual do cliente, ele iniciou a criação das peças e na sequência, com a utilização do software After Effects (um dos mais profissionais e competentes programas para edição de vídeo), iniciou a animação das peças para a produção da vinheta e na sequência dos gráficos, tabelas e telas.
Com um prazo relativamente curto para a produção da versão mais curta do vídeo, decidimos adotar um modelo de aprovação menos ortodoxo. Para aumentar a assertividade e agilizar o processo de produção do vídeo institucional, combinamos com o cliente o envio das animações separadamente do vídeo, para que o cliente já fizesse suas considerações e as mesmas já chegassem na finalização aprovadas.
Enquanto esse processo rolava internamente já comecei, juntamente com o cliente, a programar as gravações externas. Foram realizadas 2 captações de imagens em cidades diferentes, Campinas e Ribeirão Preto.
A equipe foi montada, contando novamente com a qualidade das imagens de Carlos Garcia, com minha direção de imagens e fotografia e não menos importante com a assistência do nosso amigo Maurício.
Na sequência falaremos um pouco sobre as externas para a captação de imagens do vídeo institucional da BRPROCESS.
Rushvídeo – Ideias em Movimento.