Os vídeos 360˚ são um tipo de conteúdo que estão se popularizando por oferecer a audiência uma experiência diferenciada, muito mais interativa, lúdica e dinâmica que o vídeos tradicionais.  Mais do que ver as imagens projetadas, a sensação proporcionada é de participação do contexto, com a possibilidade de exploração de todo o seu entorno. Seja nas redes sociais ou navegando pela internet, em algum momento, você já deve ter se deparado com vídeos deste tipo, que permitem a exploração de paisagens e ambientes em todas as suas dimensões, promovendo a sensação de realmente estar naquele lugar ou evento. Diante do seu potencial, gigantes como Youtube, plataforma de vídeos pertencente ao Google, e Facebooklargaram na frente e desde 2015 oferecem suporte aos vídeos em 360˚, tanto na web quanto em dispositivos móveis, e seguem investindo pesado para transformar a experiência 360˚ em algo cada vez mais real e imersivo. Para quem produz conteúdo, é uma nova alternativa e a Rush Vídeo, produtora de Campinas – SP, há mais de 25 anos no mercado, reuniu aqui as principais informações sobre o formato, também conhecido como vídeo imersivo 

Para mostrar todos os pontos de vista de uma cena, ao mesmo tempo, os vídeos 360˚ exigem o uso de câmeras especiais ou de várias câmeras conectadas, que vão captar todos os ângulos daquilo que está sendo filmado, de uma só vez, criando, desta forma, a sensação de imersão, como se o espectador realmente estivesse presente no momento da filmagem. Em um vídeo imersivo, é a audiência que decide pra onde vai dirigir o seu olhar e como vai assistir a cena, ampliando a sensação de participação na ação, proporcionando uma experiência única. 

 

Como produzir vídeos 360˚? 

Para criar vídeos imersivos são necessários, além de uma câmera que grave em 360˚ ou um acessório que reproduza este efeito, um programa de edição para melhorar as imagens ou juntá-las e, por fim, um player que suporte esse tipo de vídeo e permita a sua reprodução. 

 

A câmera 

Para começar é importante saber que fazer um vídeo em 360˚ é diferente de produzir uma filmagem panorâmica. Neste último caso, a partir de um ponto fixo, a câmera se movimenta para todas as direções e pode até captar o cenário como um todo, mas será um processo fragmentado, passando por uma parte de cada vez, em uma única dimensão. Já na filmagem 360˚, a câmera capta todos os pontos da cena ao mesmo tempo, cabendo ao espectador decidir qual ângulo vai ver primeiro, podendo ver todos os enquadramentos de um mesmo ponto, se desejar. 

 

Uma das câmeras para este tipo de filmagem, utilizada principalmente por cinegrafistas amadores, é a Ricoh Theta, que conta com formato compactofacilidade de manuseio e excelente custo x benefício. Outra opção, um pouco mais cara, é Giroptic 360cam, que possui três lentes e três microfones e algumas funcionalidades extras, como time lapse ou câmera rápida. Por fim, a Bublcamcâmera desenvolvida por um projeto de financiamento coletivo, apresenta funções de uma câmera profissional, por um preço acessível. Trata-se de uma câmera esférica, leve, que pode ser manuseada através de um smartphone. Outro diferencial daBublcam é possibilidade de exibição da imagem de todos os ângulos, ao mesmo tempo, na tela. 

 

 A vantagem de um equipamento específico é que, enquanto em uma gravação normal o operador precisaria ficar movimentando a câmera para conseguir apreender toda a cena ao seu redor, empreendendo um grande esforço em termos de estabilização do equipamento e direção das tomadas, com a câmera 360˚ é possível captar todo o ambiente ao redor da câmera com qualidade máxima, sem se preocupar com movimentação ou ficar com receio de perder algum detalhe importante. A câmera se encarrega de fazer o registro completo. 

 

Mas caso o intuito não seja adquirir um equipamento específico para este tipo de filmagem, uma opção viável é investir em acessórios que vão permitir obter o mesmo efeito, porém utilizando câmeras comuns. É o caso do suporte para as famosas GoPro. O Freedom360 GoPro, por exemplo, permite a conexão de até 6 GoPros, de forma a capturar a cena desejada em 360˚. Também já estão disponíveis no mercado câmeras compactas que podem ser acopladas ao smartphone e que gravam em 360˚ utilizando o próprio dispositivo móvel, com a bnefício extra de ser uma opção bem mais barata 

 

Dicas para gravação em 360˚ 

Nos vídeos 360˚ todo o cenário aparecerá na filmagem, por isso é preciso uma boa revisão em todos os detalhes antes de iniciar a captação.  Para facilitar o processo, um roteiro pode ajudar a organizar as ideias e contribuir para que os objetivos pretendidos sejam alcançados com a gravação. Se precisar segurar a câmera, lembre-se que o operador também vai aparecer no vídeo, sendo necessário calcular seus movimentos. Por fim, é preciso pensar na audiência, tentando entender o que este público gostaria de ver, reforçando os pontos de interesse, o que vai ajudar a tornar o material mais atrativo e interessante.  

 

Edição  

Se o material for captado por uma câmera 360˚, a edição pode ser dispensada, dependendo da aplicação do conteúdoPorém, se for preciso corrigir as imagens, inserir uma trilha sonora ou legendas, por exemplo, será necessário recorrer a um software que suporte os vídeos em formato 360˚. O mesmo vale para gravações feitas com mais de uma câmera ou o auxílio de um suporte. Nestes casos, o programa de ediçãoserá necessário para costurar todas as imagens e conseguir o efeito 360˚. Algumas opções de softwares disponíveis são: Autopano e o Panotour da Kolor, além do Video Stitch e o Insta360 Studio. A versão CC2018 do Adobe Premiere Pro também possui ferramentas para trabalhar com esse tipo de vídeo, sendo permitido editar, aplicar efeitos, transições e manipular elementos dentro de cenas em 360°. 

 

Diferencial 

Atualmente, muitas marcas estão apostando em vídeos 360˚ para criar uma experiência diferenciada para o consumidor, já que este tipo de material amplia as chances de envolver o espectador com o conteúdo, seja pela sensação de novidade que a própria tecnologia ainda causa no público ou pela imersão que esses vídeos proporcionampermitindo a exploração do material como se a pessoa estivesse inserida no cenário, ajudando, de maneira inovadora e eficaz, a reforçar a mensagem que se pretende transmitirBem-vindo ao admirável mundo em 360 ˚ 

 

 

Rush Video – Ideias em Movimento.